Voo 7500: Um filme que irá confundir você

Voo 7500: Um filme que irá confundir você

Oi gente! Hora da resenha! êêêêê! Acontece que acabo de assistir ao filme “Voo 7500” e resolvi imediatamente vir contar para vocês um pouquinho mais sobre ele. A narrativa começa quando vários personagens entram em um avião com destino a Tokyo, todos eles nos são apresentados tendo um casal recém-casado, um grupo de amigos que fará uma viagem dos sonhos, uma jovem que visitará seu namorado, um rapaz que vende artigos roubados e uma menina gótica que parece adorar a morte. É claro, também há duas aeromoças com problemas com seus relacionamentos e o piloto.

voo-7500-escrito-no-jardim-1

Tudo ia muito bem, até que um senhor que carregava uma misteriosa caixa de madeira acaba morrendo porque simplesmente não consegue respirar. A tripulação e alguns passageiros tentam ajudar, mas não conseguem ressuscitar o homem que acaba tendo seu corpo posicionado na Primeira Classe recém evacuada. Depois disso, os ânimos se exaltam e como se não bastasse, ocorre uma despressurização na cabine que causa ainda mais pânico. Então, alguns personagens começam a desaparecer enquanto outros tentam descobrir o que realmente está acontecendo, mas o bizarro é que nada disso é realmente aprofundado durante o longa.

voo-7500-escrito-no-jardim

Os sustos são fraquíssimos, tornando o “Voo 7500” apenas uma tentativa de horror, e a busca por uma história que faça os acontecimentos terem sentido é simplesmente patética, até que todos os fatos começam a se cruzar e você descobre na última cena o que realmente vinha acontecendo nas últimas 1h10 de filme e então olha para o lado e diz: ‘A tá, legal. Ok.’ Não há nada surpreendente, nada amedrontador muito menos que prenda o telespectador ao filme, fora que tudo acontece em apenas 1h20 de filme, dando a impressão de que tudo aconteceu extremamente rápido e de maneira superficial.

voo-7500-escrito-no-jardim-2

O filme foi dirigido por Takashi Shimizu, japonês que tem em seu currículo ótimos filmes como O Grito e O Grito 2, mas que decepcionou muito todos os que assistiram ao “Voo 7500”. Por mais que o final fosse inteligente e bem bacana, tudo foi extremamente desapontador. Acho que esta é a primeira resenha que escrevo sobre algo que realmente não gostei muito, mas mesmo assim o indico aos curiosos para que entendam do que estou falando, e para despertar ainda mais a curiosidade, segue o trailer:

E você, já o assistiu? Pensa o mesmo que eu? Quer assistir? Comente! Vamos conversar… 😉

 

Amanda da Rosa

Amanda da Rosa

Leitora assídua desde pequena, sempre me encantei com conteúdo de qualidade. Por isso agora dedico boa parte do meu tempo para publicar coisas legais aqui para vocês.

4 comentários sobre “Voo 7500: Um filme que irá confundir você

  1. Realmente, o resultado está aquém do esperado para quem provocou arrepios com a série [“O Grito”], mas também não é esse desastre aéreo que vem sendo anunciado, tendo a atual cota necessária de sustos.

    1. Eu particularmente esperava muito mais pela divulgação, achei que a ideia inicial era de um filme de terror, porém no final foi mais um longa com mensagem espirita…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *