Onde você descobre as coisas mais legais do mundo…

Violência: Mulher cria tutorial de maquiagem para expor uma triste realidade na Índia

Oi gente… Hoje fiquei sabendo de um dado que me chocou profundamente, você sabia que, por dia, pelo menos uma mulher é atacada com ácido na Índia?

Existem situações pelo mundo inteiro as quais nós não fazemos a mínima ideia! Semana passada no TriCurioso escrevi sobre outra realidade espantosa onde milhares de jovens japoneses se suicidam para não ter que voltar a escola. Infelizmente, tristeza, violência e maldade existem nos quatro cantos do mundo, porém o caso da indiana Reshma Bano Quereshi me sensibilizou e quero conta-lo a vocês hoje.

Reshma é uma indiana que sofreu ataque por ácido, ela teve seu rosto deformado e perdeu um de seus olhos, porém ela não cedeu e buscou uma forma de mostrar ao mundo o que tem acontecido em seu país. Ela criou um canal no YouTube ensinando truques simples de maquiagem como utilizar batom vermelho de maneira impecável ou ainda como passar delineador, porém o real proposito destes vídeos é revelado apenas no final, quando Reshma diz que o batom vermelho é facilmente encontrado no mercado, assim como o ácido concentrado.

A campanha se chama “Make love, not scars” (Faça amor, não cicatrizes) e seu proposito é retirar das prateleiras dos mercados este veneno que destrói a vida de tantas mulheres. A responsável pela campanha se chama Ria Sharma e ela revelou que desde 2012 os ataques cresceram cerca de 250%, em 90% dos casos as vítimas são mulheres. Junto ao tutorial existe a divulgação de uma petição online endereçada ao primeiro ministro Narendra Modi fazendo a solicitação de que o fácil acesso ao ácido seja rompido. Assista ao vídeo de Reshma e surpreenda-se com sua situação:

Para ajudar a causa, basta acessar esta petição, preencher seus dados e finalizar o ato, até agora o grupo já conquistou cerca de 71,880 assinaturas, estando próximos a sua meta de 10 mil. Acredite, estas mulheres precisam de proteção, a realidade na Índia e em outros países orientais é extremamente diferente da nossa, lá basta nascer sendo mulher para sofrer diversos tipos de opressão, abusos e também para não ter diversos direitos como liberdade, por exemplo. São situações difíceis e até desesperadoras, caso queira saber mais basta pesquisar sobre as Mulheres de Kabul, no Afeganistão ou ainda um pouco sobre a religião muçulmana e suas crenças. Bem, por hoje é só… Comente logo abaixo sua opinião sobre o assunto… Vamos discutir! 😀

Últimas matérias

12 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *