Onde você descobre as coisas mais legais do mundo…

O Rouxinol: Descubra como era estar em meio a Segunda Guerra Mundial

Oi gente! Eu sei, andei desaparecida… Estive viajando nos últimos dias, por isso o Escrito no Jardim acabou ficando um pouco empoeirado, porém a intensão agora é finalmente começar o ano aqui, e nada melhor do que a indicação de um magnífico livro para iniciar os trabalhos em 2016… E melhor ainda com “O Rouxinol”.

o-rouxinol-kristin-hannah-escrito-no-jardim-1

Durante minhas férias eu li bastante, dentre essas leituras está “O Rouxinol”, um livro belíssimo que narra a história de Vianne Mauriac e sua irmã Isabelle Rossignol. O pai destas meninas serviu durante a Primeira Guerra Mundial e voltou dos campos de batalha destruído física e emocionalmente, algum tempo depois a Sra. Rossignol acabou falecendo, o que desestruturou a família completamente. Vianne e Isabelle foram abandonadas aos cuidados de uma mau humorada senhora que cuidava de uma grande casa que estava na família a gerações e desde este instante a felicidade foi um assunto quase esquecido pelas irmãs Rossignol. Anos depois, estas duas crianças se tornam adultas e se veem novamente vivendo a dura realidade da guerra.

A França foi invadida, os nazistas começam a tomar conta das cidades e o Holocausto começa a se espalhar por toda a Europa. Vianne se vê em difíceis situações onde deve escolher entre salvar sua família ou enfrentar o inimigo, seu marido foi recrutado para servir durante a guerra e sua pequena filha depende totalmente dela para sobreviver. Já Isabelle, uma jovem rebelde e contestadora, decide que não abaixará a cabeça aos intrusos que estão tirando tudo de sua família, amigos e de todos os franceses.

O livro é um romance maravilhoso, a autora Kristin Hannah consegue passar através de suas palavras toda a emoção e sofrimento que estas bravas mulheres tiveram de passar para conseguir sobreviver ao pior do ser humano, várias vezes conceitos como amor, amizade e família são postos a prova, decisões precisam ser tomadas a todo o tempo. Quando você começa a ler esta narrativa, acaba se sentindo em 1939, sente realmente na pele toda a dor pela qual todos passaram durante esse obscuro período da história. Com certeza eu o recomendo para vocês, tenho certeza de que não irão se arrepender por submergir nesta belíssima narrativa.

E então, gostou do livro? Pretende lê-lo? Já leu? Comente! Vamos conversar e trocar opiniões! <3

Últimas matérias

4 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *