Onde você descobre as coisas mais legais do mundo…

O que mudou quando comecei a usar óculos?

Sim, meus amigos… Agora faço parte do clubinho de quem usa óculos. Quer dizer, não exatamente agora porque na verdade fez um ano. Então, um ano depois decidi escrever esta matéria contando para vocês o que realmente mudou quando comecei a usar esta peça.

A Escolha

O primeiro passo após sair da oftalmologista foi a busca pelo óculos ideal. Fui em diversas óticas que me apresentaram inúmeras opções de lentes e armações e a busca foi tamanha que fiquei tonta. Isso até que cheguei a uma ótica que me esclareceu todas as dúvidas e com ela fiz minha escolha. Selecionei uma lente com filtro azul devido a minha enxaqueca crônica, a ideia era que esse filtro ajudasse a diminuir a exaustão dos meus olhos enquanto eu trabalho. Minha lente também é anti-reflexo, o que é realmente muito útil. Já a armação é extremamente leve, é metalizada e a escolhi por ser sutil.

Adaptação ao óculos

Muitos me disseram que a adaptação seria incômoda e realmente foi. Nos primeiros dias me sentia pisando em falso, meus olhos ressecavam muito o tempo todo e senti fortes dores de cabeça. Também é engraçado se acostumar a ver as cores ‘erradas’ já que o filtro azul deixa tudo um pouco amarelado. Em dias nublados é verdadeiramente irritante já que a cidade fica em um tom muito diferente.

óculos

Cuidados

Aprendi que preciso manter as lentes sempre muito limpas para não sofrer ‘acidentes’, hehe. Para isso uso duas gotinhas de detergente neutro pelo menos uma vez por semana. Também é preciso cuidar com o armazenamento porque lentes arranham com facilidade – ao menos as minhas. Porém, de resto, foi super tranquilo e hoje – um ano depois – eu me acostumei tanto que vez que outra entro para tomar banho sem retirar os óculos e me assusto quando a água começa a correr.

Gostou deste sincero relato? Comente!

Últimas matérias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *