Onde você descobre as coisas mais legais do mundo…

Felicidade: Policiais realizam sonho de menina que chorava na rua

Oi gente! Em meio a tantas notícias e tragédias, atentados terroristas, bombardeios, desastres movidos pela política, religião, economia… Ignorância, hoje li algo que me emocionou de verdade, que me deixou feliz, me fez lembrar da bondade e humanidade presente em todos nós. Este fato ocorreu dia 20 de setembro, porém só o conheci hoje e acredito que talvez você ainda não tenha lido… Em Santos, litoral de São Paulo, uma menina chorava, triste enquanto ia pra a escola. Seu nome é Stephany, ela tem 8 anos e mora no Morro de São Bento.

Enquanto a pequena chorava, o cabo Odilonm Souza, o soldado Rafael Rodrigues dos Santos e o sargento Reginaldo Melo faziam a ronda por seu bairro, até que viram os pequenos olhos de Stephany afogados em lágrimas. Logo o lado humano destes profissionais da Polícia Militar foi acionado, eles se preocuparam com a menina e lhe ofereceram ajuda, assim eles descobriram que aquele era o dia do seu 8ª aniversário.

menina-festa-aniversario-pms-escrito-no-jardim-2

Ela chorava porque não havia ganho nada no seu dia, nem ao menos um brigadeiro. Para você, isto pode não parecer um grande problema, porém isso entristeceu muito Stephany, afinal era seu dia! Ela tem apenas 8 anos, não tem culpa da crueldade do sistema capitalista, tudo o que queria era um dia para ela. O que você ainda não sabe é que a menina vive junto com seus pais, cinco irmãos, um cunhado e três sobrinhos, todos estes moram em uma pequena casa alugada e passam dificuldades para sustentar toda a família. Esta história poderia ter passado em branco, porém os oficiais se comoveram.

Imediatamente os três profissionais foram até a casa da pequena e pediram autorização aos seus pais para realizar uma pequena festa, comprar bolo, refrigerantes, doces e um belo presente a ela. Assim que foram autorizados, eles realizaram uma bela festa para Stephany e lhe compraram um belíssimo presente.

“Ele falou pra minha mãe para comprar as coisas e fazer a festa. Aí minha irmã foi junto e eles compraram. Eu fiquei muito feliz porque ele comprou tudo, depois comprou a boneca. Fiquei muito feliz, comecei a abraçar eles e não consegui mais soltar”

Como já disse, em meio a tantas tragédias esta foi uma notícia que me emocionou, pense você que uma singela comemoração pode ter mudado a vida de Stephany, um bolo fez a menina que chorava na rua sorrir… Alguns dias após o fato, os PMs receberam uma homenagem pela linda atitude e receberam elogios do comandante geral da Polícia Militar Ricardo Garambone.

menina-festa-aniversario-pms-escrito-no-jardim-3

“Nesses momentos que estamos passando, de crise, de falta de esperança, mostrar que podemos ser sensiveis e podemos estender a mão ao cidadão é essencial. Sempre tem alguém que está passando mais dificuldades do que a gente” diz ele.

E assim deveria se iniciar a corrente do bem, se você que está lendo este texto ver alguém chorando, precisando de ajuda, ajude! Pergunte se pode fazer algo e se puder, faça! Assim, quem sabe, a esperança retorne, o mundo melhore e o mal se dissipe… Só saberemos se assim fizermos. Deixe seu comentário logo abaixo, vamos conversar sobre isso…

Últimas matérias

8 Comentários

  1. Prezada Amanda,

    Não poderia de forma alguma, deixar de comentar sobre o que escreveu em seu blog, fiquei bastante comovido, pois isso é prova de que tem policiais de bem, sempre bem dispostos a servir com dignidade a nós cidadãos, quem dera se todos os policiais ou a maioria tivessem atitudes como essa de poder ajudar, mesmo que seja um pouco de carinho e respeito.

    Parabéns aos policiais e belíssimo texto, pois deu a impressão de ter ouvido suas próprias palavras em voz alta.

    Um forte abraço para você e Eduardo do Eu Te Salvo.

    1. Com certeza, muitas vezes é fácil rotular a sociedade como injusta e egoísta, porém esquecemos que – por mais que minoria – existem pessoas boas, com bons corações dispostas a ajudar e a fazer o bem. Muito obrigada pelas palavras e pelo carinho, Fabio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *